O Setor Farmacêutico e a Prevenção de Perdas: Quais as melhores estratégias?

O Setor Farmacêutico e a Prevenção de Perdas: Quais as melhores estratégias?

Prevenção de Perdas. As melhores estratégias para a sua farmácia sobre prevenção de perdas, você encontra neste artigo. Entenda como aplicá-las de acordo com os tipos de perdas. 

Introdução:

Já reparou que as farmácias têm adotado um formato parecido com o dos supermercados e lojas de conveniência? Ou seja, deixam de ser locais de vendas somente de remédios e se transformaram em estabelecimentos onde é possível comprar produtos de limpeza, higiene e beleza.

Isso, ao mesmo tempo que gera um crescimento financeiro no setor farmacêutico, traz também prejuízos como um alto índice de furtos, por exemplo.

Partindo desse ponto é que falaremos, neste artigo, sobre prevenção de perdas (de vários tipos), para que a sua farmácia não caia em ciladas na hora de escolher estratégias de vendas.

Dessa forma, nada melhor do que entender a importância de evitar esses prejuízos e como a tecnologia pode ser o diferencial que a sua empresa precisa para virar o jogo.

Então, fique até o final e aproveite as dicas para fugir desse problema em sua farmácia. 

Quais os tipos de perdas possíveis em farmácias?

Com o mercado se recuperando da crise financeira e a redução da margem de ganho, não há mais espaço para erros e para perdas.

É preciso pensar mais estrategicamente visualizando o seu público e não somente a concorrência.

Trata-se da prevenção de perdas como um conjunto de processos e medidas para combater, reduzir e prevenir todo tipo de perda possível na empresa.

Por essa razão, antes de partirmos para os tipos de prevenção de perdas no setor farmacêutico, você precisa entender que tipo de perda estamos falando.

Confira abaixo alguns pontos importantes para você levar em consideração para a sua tomada de decisões.

Perda administrativa e de gestão

São falhas que barram a saída de um item. Portanto, entender quais produtos têm mais saída ou não é fundamental para alcançar a lucratividade que almeja.

Para isso, não basta olhar somente para a concorrência e “copiar” uma oferta.

Com uma boa gestão, você consegue prever prejuízos, entender quais produtos de fato valem a pena investir para a venda na sua farmácia e definir os preços de forma coerente com os seus gastos.

Dica: Foque no que o seu público precisa, seja criativo e crie estratégias de vendas de acordo com as necessidades dos seus clientes.

Perda de produtividade

Um bom planejamento não pode se limitar em receber, armazenar e vender os produtos. É necessário estratégias de previsão de demanda, controle de sazonalidade e gestão de compras.

Este ponto está ligado ao anterior e reforça a importância de pensar no papel das lideranças na tomada de decisões.

Dica: Junte os gestores da sua empresa para refletirem sobre novas estratégias e criarem um planejamento em cima das novas ideias. Defina bem e distribua as tarefas de cada um na equipe.

Perda financeira

É a perda mais grave devido às consequências na saúde financeira da sua empresa. Neste tópico você deve tomar cuidado com furtos, assaltos, erros na forma de pagamento, fraudes etc.

Sendo assim, a sua equipe de vendas precisa e deve buscar novas soluções. Entender o público é o ponto chave para atingir suas metas de vendas.

Aliás, como se vende um produto sem saber as necessidades dos seus clientes?

Dica: Se você tiver um profissional especialista em marketing ou investir em tecnologia, esse tipo de investimento poderá te ajudar a buscar as informações necessárias sobre o público que quer alcançar.

Diante das possibilidades de perdas no seu comércio, listamos no tópico seguinte as estratégias para não você cair em ciladas e se prevenir contra todos esses tipos de perdas, citadas acima. Confira.

Quais estratégias aplicar para prevenir perdas em farmácias?

Supondo que você e sua equipe já tenham ciência dos tipos de perdas na sua farmácia, criar estratégias para prevenção de perdas é fundamental para as melhorias contínuas da organização.

Ou seja, está na hora de partir para a ação e de forma preventiva, caso contrário, o comércio não terá lucro no faturamento, nem o fortalecimento da marca no mercado ou pior, a clientela vai embora e o seu negócio pode declinar.

Como diz o ditado: Melhor prevenir do que remediar. Então, arregaça as mangas, aqueça sua mente e abra o coração para novas ideias.

Não esqueça de chamar a sua equipe para verem juntos as estratégias a seguir:

1. Utilize etiquetas e antenas antifurto

Como vimos nos tópicos anteriores, o furto é uma perda crítica para o setor farmacêutico e por isso, o seu comércio precisa se prevenir contra esse perigo.

Existem métodos e ferramentas muito inteligentes para esse tipo de risco, como é o caso das etiquetas e antenas antifurtos.

Dessa forma,as etiquetas ajudam na identificação de cada produto emitindo um alertas às antenas posicionadas na porta do estabelecimento evitando que uma pessoa saia com o produto sem realizar o pagamento.

Essa ferramenta reduz, consideravelmente, os roubos de mercadoria e evita os prejuízos no estoque.

2. Posicione seus produtos corretamente

Você sabe qual é o produto que vende mais e o que vende menos? Coloque os produtos com pouca saída em pontos estratégicos da sua farmácia onde possam ser vistos claramente.

Produtos de valor alto precisam estar em lugares sem barreiras e que possam ser vistos de vários ângulos.

Já os produtos de alto risco precisam ficar dispostos em lugares iluminados, facilitando  a observação e visualização das câmeras sob atitudes suspeitas.

E por falar em câmeras de segurança, elas não podem ter seu foco obstruído por banners, balões ou faixas promocionais.

A disposição da sua farmácia faz toda a diferença na movimentação dos seus clientes e os ajuda a encontrar o que precisam. Então, capriche na organização do seu estabelecimento.

3. Ofereça treinamento para a sua equipe

Equipe unida e capacitada é equipe de sucesso. Desde a contratação de novos colaboradores até a capacitação dos antigos, a sua empresa deve investir na trajetória de cada um deles e claro, no atendimento prestado ao público.

Todos precisam “falar a mesma língua”, seguir a cultura da empresa igualmente.

Por isso, ofereça treinamento aos seus colaboradores de como lidar com situações de furtos e fraudes, assim como um treinamento para que possam controlar o estoque de maneira efetiva de acordo com suas tarefas diárias.

4. Como um sistema ERP pode ajudar a prevenir perdas?

Para ter uma visão ampla da sua empresa e de forma ágil, nada melhor do que ter uma tecnologia que te apoia, pois quem mostra o caminho são suas ideias e da sua equipe.

A tecnologia como rede de apoio pode proporcionar avanços nos processos e levar a sua farmácia ao topo do sucesso.

Isso requer investimento certo tanto para a gestão do negócio quanto para a sua eficiência operacional.

Quando se trata de um estoque grande, sem dúvidas, um software específico é imprescindível para o controle e gerenciamento dos seus produtos.

Com o LC Sistemas, sua farmácia evita todas as perdas que citamos neste artigo, com segurança.

Usando esse software, você tem ajuda no controle de medicamentos e na escrituração dos controlados, obtém descontos em mais de 3 mil medicamentos para os seus clientes, controle de lote e de vencimento por meio de relatórios específicos, inventário completo e muito mais.

Diante dessa super dica, a sua empresa vai longe. Peça a sua prevenção de perdas com uma demonstração gratuita abaixo.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on telegram
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email